Backup na nuvem pode mudar seu negócio
27/11/2018

O futuro da computação em nuvem e os benefícios para seu negócio

O futuro da computação em nuvem e os benefícios para seu negócio

O futuro da computação em nuvem e os benefícios para seu negócio. Se você visita nosso blog com frequência, certamente já conhece  as vantagens da computação em nuvem. Compartilhamento de arquivos com opções de visualização, comentários e/ou edição, automatização de processos, acesso remoto, backup, maior segurança contra ataques ransomwares, falhas humanas ou técnicas. Muitas vantagens não é mesmo?!

O futuro da computação em nuvem e os benefícios para seu negócio

E se eu te disser que as tecnologias da computação em nuvem só têm a crescer? Exatamente! O que já é bom, prático e facilitador, pode ficar ainda melhor. Quer saber quais são algumas das tendências dos serviços em nuvem? Vamos lá!

 

Computação em nuvem e suas evoluções

 

Um dos serviços ligados à computação em nuvem que estão se tornando mais comuns a cada dia são os SaaS, LaaS e PaaS. Não tem ideia do que significa essas siglas? Calma que vamos explicar. O SaaS é o Software as a Service (Software como Serviço): um modelo onde o usuário paga pela utilização de um software, sem a necessidade de arcar com a compra de uma licença. O Skype é um exemplo dessa forma de software como serviço.

 

Para utilizá-lo não é necessário adquirir nenhum tipo de licença, o usuário somente é tarifado (ou cobrado) de acordo com os serviços que utiliza. É um modelo flexível, que permite que o usuário tenha controle sobre aquilo que ele necessita, pagando apenas pelo que ele utiliza em determinado período ou situação pontual. Resumidamente, o valor é pago pelo serviço e não pelo produto.

 

O LaaS é a Infrastructure as a Service (Infraestrutura como Serviço) e tem o funcionamento muito parecido com o anterior. Utilizando os recursos da computação em nuvem o usuário pode contratar dispositivos de infraestrutura como serviço: servidores virtuais, roteadores, racks e outros tipos de hardware. O usuário é tarifado por fatores como o número de servidores virtuais, quantidade de dados trafegados, dados armazenados e outros itens.

 

As tarifas vão variar de acordo com a forma e com quem você trabalha (fornecedor IaaS). No LaaS também existe a opção de utilização do modelo pay-per-use. Neste caso, a cobrança é baseada no serviço e não no produto. O usuário pode contratar os serviços de 10 servidores para o próximo mês, por exemplo, pagar apenas pela utilização durante este período determinado, e depois cancelar a utilização.

 

A última sigla de serviços que se tornam cada dia mais difundido quando se trata de computação em nuvem é a PaaS: Plataform as a Service (Plataforma como Serviço). Este é um modelo de utilização da nuvem que transita entre os dois anteriores e por isso se torna uma plataforma mais robusta e flexível. Imagine uma situação em que o usuário necessite de um software, porém, por alguma limitação de um fornecedor do modelo SaaS, ele não consegue implementar um determinado recurso personalizado.

 

É neste ponto que o modelo PaaS se torna interessante. Por meio dele o usuário pode usufruir da mesma estrutura que teria “em casa”, mas nessa situação, ele vai utilizar um modelo “as a service” e ficará livre de ter que adquirir um hardware ou uma licença de software. Podemos dizer que o SaaS, o LaaS e o PaaS são basicamente tecnologias em nuvem que substituem processos tradicionais, os tornando mais simples e eficazes.

 

Computação em nuvem e inteligência artificial

 

Outra evolução dos benefícios da computação em nuvem ao longo dos anos, é a capacidade de criação de sistemas que aprendem, adaptam-se e têm potencial para agir, em grande parte, de forma autônoma. Essa é a maior luta tecnológica para o futuro. O uso da inteligência artificial ajuda na melhora da tomada de decisões, reinventa modelos, ecossistemas de negócios e ainda ajuda a melhorar a experiência do consumidor.

 

Computação em nuvem e segurança

 

Os hackers e crackers estão sempre em busca de aperfeiçoar suas técnicas de ataque e burlar os mecanismos de segurança. Falamos sobre isso aqui no blog em outra oportunidade. Com isso, as empresas que lidam com grande tráfego de dados estão sempre à mercê de sofrer perdas com esses tipos de ataque. Nesse ponto a computação em nuvem se mostra vantajosa.

 

Com várias camadas de segurança, criptografias e desmembramento dos arquivos, os serviços de armazenamento e backup na nuvem se tornam seguros e confiáveis. As empresas que não podem ou mesmo as que não querem se preocupar em começar um sistema de segurança interno, podem e devem investir nos serviços de computação em nuvem.

 

Computação em nuvem x nuvem híbrida

 

Conhece o sistema de armazenamento na nuvem chamado de Nuvem Híbrida? As nuvens híbridas são uma mistura dos sistemas de computação em nuvem público e privado. A nuvem pública possui baixo custo, além de implantação simples e rápida. Seus servidores ficam em data centers instalados em provedores cloud externos à empresa. Apesar disso a nuvem pública tem a privacidade necessária para quem lida com dados corporativos.

 

O uso da nuvem pública é muito utilizada para aplicações secundárias: hospedagem de sites, email, marketing digital e outros. A computação em nuvem privada requer um pouco mais de investimento e é recomendada para empresas em expansão pelo fato de ter um tempo de resposta veloz mesmo trabalhando com grande volume de demandas.

 

A nuvem privada possui um alto nível de segurança pois para ter acesso aos dados o usuário precisa passar pelo firewall da empresa, já que os data centers, neste caso, estão alocados dentro da própria empresa. Por isso seu custo é elevado, pois necessita da implantação de toda a estrutura. Sabe o que é um firewall? Dá uma lida no nosso artigo sobre firewall.

 

A Nuvem Híbrida é um ambiente de computação em nuvem que une o melhor das nuvens públicas e privadas, permitindo que todos os dados e aplicativos sejam compartilhados entre elas. A empresa que utiliza a nuvem híbrida pode manter aplicativos ou dados sigilosos, aqueles que necessitam de mais segurança, em uma plataforma de nuvem privada, enquanto que aqueles menos sensíveis poderá optar pela nuvem pública.

Utilizando a computação em nuvem híbrida é possível transitar os documentos entre um tipo e outro. Essa abordagem é utilizada, principalmente, por empresas que querem manter determinados dados sob seus próprios cuidados, mas necessitam dos recursos e vantagens da nuvem.

Aproveite os avanços da computação em nuvem

As inovações tecnológicas promovidas pela computação em nuvem são muitas e a tendência é que esses recursos se aprimorem e avancem cada vez mais. Não fique para trás e usufrua todos os benefícios que a nuvem tem a oferecer.

#Parceria – Indicca Conteúdo – Agencia Salmão

Comentários

comentários

Pedro Henriques
Pedro Henriques
Fundador da INDICCA / Gestor Comercial e Novas Tecnologias / Engenheiro Eletricista - UFJF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para Você