Restauracao_do_sistema_em_cluster__tudo_o_que_voce_precisa_saber_Indicca

Restauração do Sistema em Cluster: Tudo o Que Você Precisa Saber

Atualizado em 23/02/2021
Por Pedro Henriques

Restauração do Sistema em Cluster: Tudo o Que Você Precisa Saber

Atualizado em 23/02/2021
Por Pedro Henriques
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Restauração do Sistema e Rede em Cluster: quais as vantagens encontradas? É sobre isso que falaremos a seguir. A restauração, de um modo geral e não apenas na informática, consiste na recuperação das características de um objeto que, de alguma forma, sofreu danos causados pelo tempo.

A Restauração do Sistema segue basicamente a mesma lógica. Seu objetivo é reverter danos, naturais ou humanos, e recuperar o bom funcionamento da máquina. É como se a restauração fosse uma cabine do tempo.

Em caso de danos, panes ou qualquer tipo de falha, essa cabine permite que o sistema operacional da máquina volte à sua versão anterior à falha.

Rede em Cluster

O termo inglês, Cluster, pode ser traduzido para o português como “aglomeração” ou “aglomerado”. Utilizar uma estrutura de Rede em Cluster é uma possibilidade para obtenção de desempenho e performance.

Uma Rede em Cluster é representada por uma arquitetura de sistema composta por dois ou mais computadores que funcionam como se fossem um só. Um sistema de máquinas interligadas entre si tende a ser mais eficiente pois os computadores atuam de forma conjunta no processamento dos dados e na execução das tarefas.

Não existe um número máximo de computadores para compor uma rede Cluster. A partir de dois “nós” já consideramos que a rede funciona por “aglomeração”. “Nó” ou “Nodo” são os nomes dados aos computadores inseridos no Cluster.

Um dos benefícios da utilização de uma rede em Cluster é a otimização operacional. Máquinas simples e com custo baixo, quando estão interligadas, são capazes de atingir um nível de processamento igual ou superior ao alcançado por máquinas grandes e complexas.

A configuração da rede em Cluster também é menos complexa e os hardwares não têm que ser necessariamente padronizados. Você pode utilizar máquinas diferentes e com configurações próprias, facilitando manutenção, reposição e expansão da rede.

Uma Rede em Cluster garante a disponibilidade do sistema mesmo em caso de panes e mau funcionamento em um dos nós. Isso porque quando uma máquina tem seu funcionamento comprometido, a continuidade das atividades é garantida pelo nó subsequente.

Para garantir a continuidade das atividades de forma efetiva, é importante que haja um bom sistema de backup implementado ao Cluster. Outro ponto que deve ser levado em consideração é o planejamento da criação de pontos para a Restauração do Sistema. Entenda melhor a seguir.

De forma resumida, a utilização do sistema em Cluster viabiliza a otimização dos processos informacionais da empresa, além de auxiliar na melhoria dos indicadores.

Pontos de Restauração do Sistema

A Restauração do Sistema é feita com base em Pontos de Restauração. Um Ponto de Restauração é uma gravação das configurações do sistema em determinado momento. Uma espécie de fotografia.

Essa gravação, chamada de Ponto de Restauração, vai funcionar como uma referência caso você precise realizar uma Restauração do Sistema. Quando o sistema é restaurado ele volta para o momento em que o ponto foi criado.

O Ponto de Restauração do Sistema garante que você consiga recuperar os drivers instalados e arquivos salvos na máquina até o momento da criação do ponto. Arquivos em geral, mesmo os que foram salvos após a criação do Ponto de Restauração, tendem a permanecer intactos (não é regra). Softwares podem ser perdidos.

Suponhamos que você tenha criado um ponto de restauração no seu computador no domingo. Na terça-feira você baixou um vídeo na internet. Na quarta-feira precisou restaurar o sistema. Mesmo com o vídeo tendo sido baixado após a criação do ponto, ele será mantido na recuperação do sistema.

Caso você tenha baixado um player específico para rodar esse vídeo, ele não será restaurado. Por quê? Porque o player é um modificador de dados do sistema. Ele causa alterações para ser instalado, portanto, se essas alterações foram realizadas após a criação do Ponto de Restauração elas serão perdidas.

O vídeo é apenas um arquivo salvo na memória do sistema, sem modificações, por isso ele permanece intacto após a restauração. Na Restauração do Sistema: o que foi modificado ou deletado após a criação do ponto pode não ser recuperado.

Restauração do Sistema em Cluster

A Restauração de um Sistema em Cluster segue a mesma lógica da continuidade das atividades que citamos ao falar sobre panes e outras falhas. Se um nó do Cluster precisa ser restaurado a ação pode ser feita sem o comprometimento das atividades pois os outros nós continuarão seu funcionamento normal, suprindo a ausência durante a restauração.

Lembrando que a criação dos Pontos de Restauração do Sistema são fundamentais para que a restauração seja efetiva. Os pontos podem ser criados manualmente e também de forma automática.

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Restauração do Sistema em Cluster: Tudo o Que Você Precisa Saber.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This