Quais são as tendências em inovação na indústria?

Prioridade e Ousadia na gestão de TI

Atualizado em 17/07/2017
Por Pedro Henriques

Prioridade e Ousadia na gestão de TI

Atualizado em 17/07/2017
Por Pedro Henriques

O que fazer? Quando fazer? Como inovar? Qual a prioridade? Gestão de TI é sempre um desafio. Equipe reduzida, investimentos limitados e pressão dos usuários. Tudo precisa ser para ontem.

Sem planejamento não há como evoluir. Sem participação efetiva e compromisso com os resultados, apagar incêndio é o mais confortável em tempo de crise. O esforço é mecânico. O desgaste é pesado. Os resultados são ruins e o reconhecimento dos usuários aparecem nas críticas.

Segundo a CIO em matéria publicada “Estudo revela que os trabalhadores de TI estão gastando muito tempo na manutenção, deixando pouco tempo para a inovação, especialmente em torno da segurança”

Na itforum365 os vilões do tempo para a produção da Equipe de TI são “Hardware e software se tornaram os vilões dos gastos com atualizações, manutenção e suporte técnico e esses valores só crescem ano a ano.” ainda que a complexidade piora as condições de planejamento. Retratam que “Complexidade técnica e incerteza estratégica ainda impedem que as empresas se tornem totalmente digitais

Embora inovar seja sempre mais positivo na atividade da TI, estudar, planejar tem sido atitudes pouco implementadas. O tempo gasto com manutenção, atividades praticamente mecânicas, comprometem a qualidade criativa e os resultados de transformação digital ficam pendentes.

inovacao

A falta de conhecimento, também de planejamento, tem provocado, com receio de comprometimento da Segurança da Informação um retorno a condição de servidores locais. Segundo o registro itforum365 “As preocupações com segurança e privacidade ainda seguram a adoção da nuvem pública, apesar de movimentos claros rumo à maior transparência por parte dos provedores de nuvem mais relevantes do globo.”

Prioridade e Ousadia na gestão de TI

Uma coisa é certa, a mudança acontece, independente do que queremos. Se a transformação digital é um fato, precisamos avaliar os passos e entender como seguir o caminho desta mudança digital.

Também vale a reflexão que manter um parque de informática justifica sempre os custos de serviço de manutenção. Avaliando que um contexto “on-primises” – Local:

  • Link de Internet (Principal e Contingência)
  • Endereço IP Fixo
  • Serviço de fronteira (Garantindo a segurança de acesso) Firewall
  • Serviço de acesso a aplicação e dados
  • Serviço de contingência de energia elétrica
  • Manutenção do Hardware (Inclusive de tempo em tempo aquisição de novas tecnologias)
  • Manutenção do Sistema Operacional (Inclusive de tempo em tempo aquisição de novas versões)
  • Estar 24 horas ligado

Em ambiente de NUVEM embora todos os registros acima sejam também uma verdade. A condição de Hardware ser contratado como SERVIÇO faz uma diferença enorme. Também a questão do LINK de INTERNET são outro ganho na condição de NUVEM. São elásticos, podem ser aumentados em um movimento de botão. Não precisar de contratar provedor, ajustar cabos e nem se preocupar com a condição de contingência.

O revista itforum365 é bem clara no post “Apesar de ainda perceber resistências, a migração para a nuvem e para ambientes cada vez mais híbridos é o futuro e trata-se de um caminho sem volta. Com os “gargalos” do armazenamento legado, acredito que as organizações devem aos poucos reconhecer que sua implementação desacelera a transformação digital.

Prioridade e Ousadia na gestão de TI

Prioridade ou não a direção das empresas precisa de estar escutando e participando mais. A informação é um valor natural em qualquer negócio. A Informação é o núcleo da produção. A informação retrata tratamento que se dá a venda, ao atendimento do cliente. Também a relação que se tem com o fornecedor e colaboradores. O processo e suas influências passam a ser estratégicos, ou sempre foram. A TI precisa deixar de ser apenas uma manutenção, mas uma condição de aceleração, inovação e modernização. A TI tem que estar na estratégia de sobrevivência da empresa.

O post da IT Forum 365 fala sobre ousadia e reforça a condição de inovação, leia na integra acessando o LINK

O posto da CIO é mais focado em prioridade e perda de excessivo com manutenção comprometendo a condição de inovação e transformação digital, leia na integra acessando o LINK

 

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Prioridade e Ousadia na gestão de TI.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This