Como usar um nobreak
Tudo que você precisa saber sobre como usar um nobreak
22/10/2019
Monitoramento de rede Indicca
Porque o monitoramento de rede é importante para a sua empresa?
05/11/2019

Você conhece o Firewall? Um excelente mecanismo de segurança de rede

Firewall Segurança de Redes

Inegavelmente a internet é um território recheado de possibilidades, mas também povoado de pessoas mal intencionadas. Por conseguinte, investir em segurança se tornou uma necessidade básica. Ademais, esse investimento é uma preocupação principalmente de quem trabalha com o armazenamento de dados e documentos no computador (online ou não). Nesses casos o firewall é um excelente mecanismo de segurança de rede.

O termo firewall pode ser traduzido para o português como “parede de fogo”, o que deixa subentendido como ocorre o seu funcionamento: uma parede entre a rede interna e a rede externa à sua casa/empresa/escritório. Essa parede imaginária age como uma espécie de portal/filtro que analisa tudo que transita entre as redes, a fim de permitir a entrada apenas do que é seguro.

Essa solução de segurança pode ser baseada tanto em hardware quanto em software, sendo o segundo o mais comum. O firewall é configurado a partir de um conjunto de regras e/ou instruções que analisam o tráfego de dados e determinam as operações que serão executadas. O firewall protege não só a integridade do fluxo de informações, mas também garante que ele permanecerá confidencial.

O firewall é um antivírus?

Ao analisar essas primeiras informações você deve estar relacionando o firewall ao tradicional antivírus, certo? A verdade é que um programa complementa o outro. Os antivírus que conhecemos popularmente fazem uma espécie de varredura no sistema a fim de detectar ameaças como a presença de arquivos maliciosos. Eles também executam essa verificação ao detectarem a presença de dispositivos externos como pendrives e hd’s.

Em resumo: eles atuam verificando o que já está dentro da rede. Apesar de eficientes a nível doméstico, os antivírus podem não ser suficientes em ambientes que lidam com grande volumes de dados. O firewall age de forma antecipada ao trabalho do antivírus,  ficando na “portaria” da rede. Imagine um condomínio residencial. O porteiro (firewall) é responsável por observar o fluxo de entrada e saída do prédio (rede).

Todas as pessoas (arquivos) que chegam precisam se identificar e aguardar que o porteiro libere, ou não, sua entrada. É assim o tempo todo. O fluxo de pessoas dentro do condomínio é completamente controlado. O porteiro identifica todo mundo que entra e observa todo mundo que sai a fim de detectar qualquer movimentação suspeita.

Um condomínio sem uma pessoa na portaria ainda tem outros dispositivos de segurança (câmera, interfone, fechadura), mas está consideravelmente mais vulnerável. Assim é uma rede particular sem um firewall ativo. Vamos descobrir como o  firewall vai atuar e interferir nos resultados do seu negócio. Dessa forma você poderá analisar suas necessidades, seu fluxo de trabalho e entender que essa solução é ideal para sua empresa.

Aumente a produtividade com o uso do firewall

O firewall não só protege seu sistema contra ataques e sequestro de dados, como também agrega uma série de benefícios ao dia a dia da sua empresa. As empresas provedoras de serviços como o firewall mecanismo de segurança de rede, oferecem suporte e monitoramento 24h por dia. Isso significa que a qualquer momento que uma ameaça ou mal funcionamento for detectado você poderá entrar em contato para solicitar ajuda.

Utilizar o firewall como ferramenta de segurança aumenta a produtividade dentro do seu negócio pois eles podem ser configurados para limitar o acesso a determinados sites. Dessa forma é possível controlar a utilização de sites de  redes sociais no horário de trabalho, por exemplo. Os colaboradores certamente vão ter um rendimento muito maior com a limitação desses acessos.

Outra aplicação do firewall que garante um maior controle no fluxo de trabalho é a restrição de acesso às informações. É possível realizar o bloqueio de determinados arquivos para determinadas máquinas, o que gera ainda mais segurança quando o assunto é confidencialidade. Essa função também garante uma uniformidade na produção já que cada setor terá à sua disposição exatamente o necessário para realizar suas tarefas, nada mais que isso.

Como escolher o firewall ideal?

O primeiro passo é realizar uma pesquisa detalhada sobre os tipos existentes e sobre as empresas desenvolvedoras. Existem diferentes tipos de firewall de software, que são instalados diretamente no sistema e podem ser baixados da internet. O firewall de hardware é um equipamento físico instalado na rede de computadores. O Mikrotik é um exemplo de firewall de hardware. O primeiro é mais indicado para uso individual e o segundo se encaixa melhor na rotina empresarial.

Existem também as empresas especializadas em tecnologia da informação que oferecem o serviço de instalação e manutenção do firewall. Se você tem dúvidas sobre o assunto e não quer escolher sozinho essa pode ser uma alternativa.

Firewall nativo do Windows (Firewall – mecanismo de segurança de rede)

Surpreendentemente você sabia que o Windows possui um firewall nativo? Porque toda máquina que funciona com o sistema operacional da Microsoft possui um firewall que vem instalado e pré configurado de fábrica. Portanto, o usuário tem a opção de alterar as preferências e configurá-lo de acordo com seu estilo de uso das aplicações da máquina. Como resultado basta digitar firewall na barra de busca do Painel de Controle do computador.

Certamente O firewall do Windows funciona basicamente com o envio de solicitações de permissão para a execução de programas “desconhecidos”. Quando você executa um programa de troca de mensagens instantâneas, por exemplo, e precisa “receber alguma informação da internet”, o firewall do Windows primeiro bloqueia essa informação e depois pede solicitação para executá-la em seu computador.

Mas como assim “receber informação da internet”? Visto que você esteja conversando com um amigo e ele te envie uma foto, por exemplo. Se acaso essa foto é tida pelo firewall do Windows como um arquivo desconhecido e sua visualização é bloqueada. Assim que realiza o bloqueio o firewall envia uma mensagem de aviso pra você e solicita a autorização para executar o arquivo.

Sobretudo, quando você permite a execução ele memoriza a ação e entende que a movimentação dentro daquele programa específico não configura uma ameaça. Dessa forma se você precisar realizar a mesma tarefa no futuro não vai precisar conceder uma nova autorização. Em suma, o problema do firewall windows é que ele possui certas limitações. Nesse ínterim está a incapacidade de detectar vírus e outras ameaças já existentes no computador, o que faz com que você tenha que manter um antivírus ativo e atualizado.

Comentários

comentários

Pedro Henriques
Pedro Henriques
Fundador da INDICCA / Gestor Comercial e Novas Tecnologias / Engenheiro Eletricista - UFJF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para Você