Chat no Site
MySuite: o chat interno para empresas que irá revolucionar o seu negócio
23/02/2018
Por que o Backup na Nuvem é importante para sua empresa
05/03/2018

FEMUR 2018 – Começou a feira do Polo Moveleiro de Ubá e Região

A FEMUR 2018 começou! O tempo é curto. A preparação demora e o evento passa como um relâmpago. Agora é hora de conhecer e se fazer  conhecido. Estabelecer conexões com todos e provocar para que as oportunidades também aconteçam.

Isto vale também para a Cidade de Ubá e a região com todos os setores relacionados com Serviços, Comércio e até outras Indústrias para aproveitar este “Tufão de Oportunidades”, como bem disse Paulo Mendes da Aciuba.

quais setores podem aproveitar este tufão de oportunidades?

Este ano a ACIUBÁ me convidou a abrir, juntamente com o Kiko Garcia, um conjunto de palestras que tinham como objetivo provocar na sociedade a questão da FEMUR 2018. Lembrando que os empresários do setor moveleiro, estão fazendo a parte deles: gastando recursos, energia e criatividade para colocar pessoas de negócios em nossa cidade. Se vamos aproveitar ou não é uma questão de atitude. Atitude individual de cada setor, de cada empresário, de cada vendedor para criar um clima de recepção e atração deste público temporário que chega em nossa cidade.

Primeiro debate foi com Pedro Henriques e Kiko Garcia 

Estabelecer conexões é o princípio ativo do processo dos negócios. Troca de cartões, aperto de mãos e retórica são as ferramentas que vão fazer deste evento um SUCESSO de realizações e contratos. Estar presente seja no evento ou na INTERNET pode fazer a diferença para se tornar percebido.

Neste primeiro debate sobre a FEMUR 2018 ficou claro que existe a possibilidade dos mais diversos setores de Serviços e Comércios se apropriarem, de forma natural, do evento de negócios da Feira de Móveis de Ubá. Lembramos que a INTERNET é um ponto de convergência. O Google, o buscador de tudo, será muito utilizado e pode  apontar para o SEU NEGÓCIO. Aparecer na primeira página de resposta do Google é um passo para o sucesso.

A internet pode ser um grande ACELERADOR. A Internet pode fazer com que o seu negócio, mesmo que não seja uma Indústria de Móveis, esteja na tela do celular ou do computador dos visitantes. Visitantes que vem à nossa cidade fazer negócios. Esta comunicação (e conexão) pode ser presencial, mas deve estar alinhado com o Marketing Digital e assim multiplicados pelas ações na INTERNET.

Quais ferramentas podem ser grandes aliadas para tornar eficiente o processo de conexão com o cliente?

  1. Site que demonstre conhecer o cliente e o que ele demanda e deseja (Consulte a Fábrica de Sites e veja como estar digital, moderno e pronto);

  2. Chat no SITE para facilitar o questionamento do cliente durante a navegação;

  3. Rede Social engajada com o cliente, facilitando a aproximação e criando autoridade da marca;

  4. Conteúdo para influenciar o GOOGLE e outros buscadores;

    1. Quando uma pergunta for feita, sua empresa vai aparecer na primeira página de resposta

  5. Serviço de e-mail marketing para monitorar o FUNIL DE VENDAS e assim criar a Jornada do Cliente

Entenda que não existe mais um CANAL de COMUNICAÇÃO. O cliente está plugado e pode chegar, estar presente ou virtual. Virtual ele pode estar em qualquer das mídias digitais disponíveis e não é complicado que o SEU NEGÓCIO também esteja para respondê-lo.

Veja como pode ser o seu SITE, deixe o seu contato e ligamos para você

O Segundo debate foi com Lúcia Caiffa do Sebrae e o colunista Orlando Silva

A FEMUR 2018 vem depois de um intervalo de dois anos. Este tempo é muito longo para se estabelecer estrutura de atendimento. Assim a SATURAÇÃO de pessoas acaba gerando GARGALOS e precisamos ser criativos para evitar que pequenos problemas se tornem GRANDES. Ou criar neste intervalo da FEMUR outros eventos que facilitem e viabilizem a manutenção de estruturas mais robustas de atendimento.

O registro de como a feira precisa estar ficou claro nas palavras do Orlando. Demonstrou toda a sua experiência em tornar aconchegantes os ambientes de trabalho da feira. Criando conforto e beleza para recepcionar os clientes.

A técnica do Sebrae, Lúcia Caiffa, apontou que embora não sejamos NATURALMENTE uma cidade TURÍSTICA devemos aproveitar as condições e oportunidades.

Existe opção de fazer turismo através do esporte!

Penso eu que a região já vem fazendo isso através do Turismo sobre duas Rodas. Eventos de BIKE que trazem atletas e famílias para usufruir de nossas montanhas e trilhas. Pessoas que vem com intuito de praticar o esporte e usufruir do que temos de melhor: carinho em receber. Neste caso o evento acaba sendo também SOLTEIRO, idealizado pelos grupos de pedal e sem grande interação com os setores de serviço e até hotéis.

Para citar eventos que vem acontecendo, o #GIRODEUBA na próxima edição, agosto de 2018, promete ser ainda maior que o do ano passado. Este evento já é considerado o maior evento de passeio ciclístico do Brasil e ele traz uma novidade junto a outro grupo: #GaloFest ou @GalodaMadrugada. Não somente são agentes deste TURISMO DESPORTIVO de BIKE, mas com a responsabilidade social estão doando uma Moto para o Instituto do Câncer e um Carro para a APAE Ubá.

Case para ilustrar – Site da Bike Race que já faz inscrições pela internet

Para demonstrar como isto é importante na INTERNET, as vendas de participação no Bike Race podem ser presenciais, mas fundamentalmente acontecem na INTERNET, nos sites. Vale avaliar por que o SITE do seu negócio ainda não está na Fábrica de Sites.

O terceiro debate trouxe um representante da Abrasel Marcio Colen e Pedro Alexandre

A percepção da INTERNET nos bares e restaurantes vem com a NOTA DO GOOGLE. Márcio comentou como faz a diferença e demonstra como nossa cidade se modernizou. As notas do Google são referências de bom atendimentos.

A questão do industrial que é focado em vender móveis, precisa aliar não apenas a produção mas a condição aconchegante de atendimento destes visitantes.

Desta forma a pauta de discussão sobre as oportunidades geradas pela FEIRA de MÓVEIS, não podia deixar de acontecer o SLOGAN #VEMPRAFEMUR.

O quarto e último debate trouxe os presidentes do INTERSIND e da ACIUBÁ para fechar esta discussão com chave de ouro

Atitude é palavra forte do que pode acontecer para que a FEMUR seja mais que uma Feira do Polo Moveleiro. Esperar não é uma opção. A feira acontece e para isto são investidos recursos de um setor para fazer uma OCASIÃO de NEGÓCIOS. Assim o Horto Florestal e a Indústria Moveleira se prepararam. Não apenas nos STANDS, muitas indústrias que não estarão expondo, estarão nas suas indústrias recepcionando visitantes.

Muito bom ver dois presidentes de instituições TRABALHANDO para a nossa Cidade de Ubá e também pela Região. Trabalho este que abrange o Polo Moveleiro da Zona da Mata e desenvolva progresso para sair da crise.

A atitude destas empresas que não estão diretamente ligadas ao evento no Horto, precisa ser copiada pelos outros setores. O cliente vai estar em nossa cidade procurando. Procurando no GOOGLE. O que fazer para atender este público? O que fazer para transformar um ambiente para que seja mais confortável e abrace o visitante cativando para transformá-lo em cliente?

 

Em tempo de INFORMAÇÃO fica uma Dicca da INDICCA, melhor cuidar do Backup ou da Cópia de Segurança

Femur 2018 - Fábrica de Site - Transformação Digital

 

Comentários

comentários

Pedro Henriques
Pedro Henriques
Fundador da INDICCA / Gestor Comercial e Novas Tecnologias / Engenheiro Eletricista - UFJF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para Você