Ferramentas Era Pos Digital

A utilização das ferramentas digitais na era pós-digital

Atualizado em 24/12/2019
Por Pedro Henriques

A utilização das ferramentas digitais na era pós-digital

Atualizado em 24/12/2019
Por Pedro Henriques
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Antes de começarmos esse texto de fato você precisa saber uma coisa: a era pós-digital não é o futuro, é hoje e você precisa se adequar imediatamente. Sabe todos os recursos e ferramentas digitais das quais sempre falamos aqui no blog? Todos eles, sem exceção, fazem parte da rotina de uma empresa que atua conforme os costumes pós-digitais. Mas o que afinal de contas é essa era pós-digital?

“A era pós-digital é a realidade em que vivemos hoje, na qual a presença da tecnologia digital é tão ampla e onipresente que, na maior parte do tempo, nem notamos que ela está lá. Só percebemos sua existência quando falta. Essa total ubiquidade da tecnologia digital provoca impactos em todos os aspectos da vida e isso se traduz em novos desafios para os líderes de empresas e para os gestores de comunicação, marketing e propaganda.”

Era pós-digital

Aliás essa definição é dada por Walter Longo, autor do livro “Marketing e Comunicação na Era Pós-digital – As regras mudaram”. O título deste texto parece meio contraditório não é mesmo? Se a era é “pós-digital” porque vamos falar sobre as ferramentas digitais? Não deveríamos ir além disso? Sim, nós vamos além. Como disse Walter Longo em sua definição, a era pós-digital consiste, basicamente, na presença silenciosa da tecnologia em nossas vidas.

A saber as ferramentas digitais têm presença absoluta e diária na nossa rotina pessoal e profissional. De fato se tornou tão comum a todos que nós só conseguimos nos dar conta do quão conectados estamos quando alguma dessas ferramentas “falha”. Novas ferramentas e recursos digitais surgem com enorme frequência e hoje vamos entender como devemos lidar com isso e descobrir qual o lugar da sua empresa nessa era.

As melhores ferramentas digitais para sua empresa

É certo que em muitas ocasiões tentamos negar ou resistir a algumas novidades tecnológicas. Mas a verdade é que mais cedo ou mais tarde, mesmo sem perceber, acabamos cedendo e lançamos mão das novas ferramentas digitais. Isso porque a grande maioria dessas ferramentas têm o intuito de otimizar nossa rotina ou aprimorar nossas formas de entretenimento.

Enquanto empresa: qual é a sua relação com o pós-digital? Você sabe como se posicionar em relação à infinidade de recursos e ferramentas digitais disponíveis? O fato é que você e sua empresa, querendo ou não, já estão inseridos nesse mundo. O passo que deve ser tomado agora é a adequação a fim de utilizar todos os recursos disponíveis de forma estratégica. É necessário mudar a forma de se comportar em relação às tecnologias.

Adequação

Quer ver como tudo o que falamos por aqui com frequência está relacionado à adequação das ferramentas digitais? Estar em sintonia com o pós-digital significa mudar hábitos e processos. Portanto é preciso ir além e aproveitar as possibilidades de onisciência, onipotência e onipresença proporcionadas pela tecnologia: praticar home office, produções colaborativas, reuniões por videoconferência, comunicação horizontal (deixando para trás as hierarquias verticais), estabelecer diálogos e integrar equipes.

Em resumo: é preciso integração para que haja retorno no pós-digital. Lançar mão de ferramentas digitais específicas para ir além: engajar, integrar e motivar as equipes para conhecer seu cliente a fundo e expandir o negócio de vez.

Ferramentas digitais para inserir de vez na rotina.

Sobretudo para integrar sua equipe o ideal é lançar mão das ferramentas digitais que permitem a realização de trabalhos de forma colaborativa. Provavelmente você já utiliza algum recurso como google docs, por meio do DRIVE, ou o pacote Office 365. Essas ferramentas funcionam online, possibilitam o acesso remoto e o trabalho colaborativo. O Office 365, por exemplo, é um pacote de aplicações da Microsoft que permite criar, editar e compartilhar arquivos de texto, planilhas e apresentações de slide.

Umas das grandes vantagens dessas ferramentas digitais é a possibilidade de acesso remoto. O acesso remoto permite que você abra e edite seus arquivos de trabalho independente de onde você esteja. Com o Office 365, por exemplo basta ter um dispositivo com acesso à internet para abrir seus arquivos e editá-los. Esse recurso é parte da rotina pós-digital, já que agora o home office e o “trabalho em trânsito” são muito mais comuns do que nunca.

Conexão de rede

Hoje você pode ir até seu cliente sem precisar levar diversos equipamentos e sem se preocupar se está esquecendo o pendrive ou o HD para trás. Basta um notebook ou um tablet e a conexão com a rede. Em determinados casos você pode utilizar o próprio celular. Tudo vai depender do grau de formalidade e dos recursos visuais que você necessita utilizar. A possibilidade de compartilhamento dos arquivos (para visualização e/ou edição) permite uma integração entre os diferentes setores e/ou funcionários da empresa.

Necessidades era pós-digital

Outrossim, uma necessidade da era pós-digital é o (re)conhecimento do cliente. Até algum tempo atrás as empresas trabalhavam suas vendas direcionando-as para o que chamamos de público alvo. Acontece que esse conceito é muito amplo e não contempla mais as estratégias de marketing atuais. Sem dúvida é preciso que saibamos mais do que apenas idade, escolaridade, classe social e localização das pessoas.

No entanto, precisamos saber os nomes, conhecer os gostos e a rotina do cliente. João comprou um carro? Maria foi demitida? Gustavo virou vegetariano? Andressa precisa de praticidade no dia a dia? Mais do que saber qual a idade do seu cliente, é preciso identificar quais suas necessidades mais emergentes e entender se seu produto é capaz de supri-las ou não. Agindo dessa forma você vai direcionar seus esforços de venda de forma eficaz ao invés de ficar dando “tiros no escuro”.

CRM

O CRM é um conjuntos de ferramentas digitais que facilitam o processo de comunicação com o cliente e automatizam a organização e o gerenciamento dos dados coletados. Porque ferramentas importantes também para auxiliar no relacionamento pós venda. Ferramentas que monitoram a rede também fazem parte da era pós-digital. Imagine: se a rotina da sua empresa é baseada em processos e ferramentas digitais, a rede precisa estar o mais segura possível para que nada fuja do controle.

É preciso lançar mão dos recursos em sua totalidade e mais do que isso, mudar por completo a cultura de trabalho. O pós digital tende a ser proveitoso para quem sabe otimizar os benefícios que essas ferramentas oferecem. Como a maioria das ferramentas digitais avançam e se incorporam de forma automática, é preciso cautela e sensibilidade. É necessário estar sempre um passo à frente dos problemas e também dos possíveis resultados.

Estude seus clientes, monitore sua equipe, sua rede e suas ações. Mensure as possibilidades de cada estratégia e acompanhe os resultados de perto. O pós-digital tende a ser um tanto quanto benéfico para quem entende que, querendo ou não, já faz parte dele.

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: A utilização das ferramentas digitais na era pós-digital.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This