LGPD compliance por obrigação ou segurança?
17/09/2019
Lei Geral de Proteção de Dados
Como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais pode impactar a contabilidade da sua empresa
08/10/2019

Crie uma rede privada virtual através dos dispositivos MikroTik

Rede Privada Virtual - Mikrotik

Você já deve ter ouvido falar dessa sigla: VPN – rede privada virtual. Contudo, se está por dentro do mundo da computação e tecnologia, com certeza encontrou por aí o termo “rede privada virtual” pelo menos uma vez. O tema já foi assunto, inclusive, do blog Indicca. Mas, se não conhece esse tipo de rede ou quer aprender mais sobre as vantagens e o funcionamento das VPNs, esse texto é para você. A saber relembrar o que é uma rede privada virtual e quais são seus benefícios, vamos mostrar, nesse texto, como os dispositivos MikroTik podem funcionar também como gateway VPN. Não entendeu nada? Calma, nós vamos explicar tudo passo a passo.

VPN – rede privada virtual

As redes privadas virtuais, também conhecidas como VPNs (uma abreviação de “virtual private network”), conectam computadores e dispositivos a um servidor. Afinal, a conexão a servidores acontece a todo momento na internet: ao entrarmos em qualquer página da web, enviamos requisições ao servidor que abriga o site, que, por sua vez, responde essas mensagens, permitindo que tenhamos acesso aos recursos da página. Enfim, a diferença das redes privadas virtuais, no entanto, está na comunicação criptografada e na conexão indireta à web. Ao invés de acessarmos diretamente as páginas online, através das redes privadas virtuais os dispositivos se conectam primeiro ao servidor VPN. Esse servidor privado funciona como uma ponte entre o dispositivo e os demais servidores da web, criptografando a comunicação. Mas por que isso é importante?

Ainda assim, existe uma série de golpes aplicados no ambiente virtual. Há sites falsos que se diferem dos originais por pequenos detalhes, como uma letra a mais ou a menos. Outrossim, essas páginas são usadas, para roubar informações do usuário, dentre elas números de cartões de crédito, identidade e CPF. Surpreendentemente, os hackers podem cobrar uma espécie de “resgate” pelas informações ou mesmo utilizá-las para compras e fraudes. Por isso, ao realizar compras pela internet, esteja sempre atento à confiabilidade do site. Contudo, nesse contexto, a criptografia pode ajudar na proteção de dados e informações. Certamente, as informações criptografadas são como códigos, difíceis de serem decifrados. Dessa forma, mesmo que hackers consigam ter acesso às informações trocadas com servidores durante a navegação, com o sistema VPN se torna muito difícil decodificar esses dados.

Função VPN

Além disso, uma rede privada virtual pode ocultar o endereço de IP do usuário. O endereço de IP é utilizado para identificar cada aparelho, como uma carteira de identidade. Pois, através dele, é possível até encontrar a localização geográfica do dispositivo. Portanto, pela rede privada virtual, o endereço de IP do usuário é substituído pelo endereço de IP do servidor VPN, fornecendo ainda mais proteção.

Tanto a criptografia quanto a ocultação do endereço de IP são ainda mais úteis quando o usuário precisa acessar uma rede pública, como redes de shoppings, aeroportos, lan-houses e rodoviárias. Como são redes abertas, ataques de hackers e cibercriminosos são mais fáceis de serem aplicados. Além disso, as redes privadas virtuais podem oferecer uma camada extra de proteção ao serem efetuados downloads.

A rede VPN pode, ainda, conectar vários dispositivos a uma única rede de computadores. Desse modo, profissionais que trabalham em casa ou precisam se ausentar da empresa podem ter acesso a todos os dados da rede corporativa de onde estiverem. Os benefícios de uma rede virtual privada são consideráveis.

MikroTik

MikroTik é uma empresa da Letônia que fabrica produtos tecnológicos. De fato, o RouterOS é um dos principais dispositivos comercializados pela companhia e consiste em um roteador que também pode funcionar como firewall. O firewall tem como objetivo estabelecer parâmetros de segurança para determinada rede, bloqueando conteúdos potencialmente perigosos e protegendo os dados do usuário. Outrossim, certas configurações do firewall também podem ser utilizadas para definir as permissões de cada máquina ou perfil, uma utilidade importante no ambiente corporativo, onde há muitos dispositivos em funcionamento. Contudo, se estabelecido, apenas um computador poderá instalar softwares, por exemplo, diminuindo os riscos de instalações perigosas e ataques por vírus. Inegavelmente, uma das principais e mais importantes funções dos dispositivos MikroTik é, portanto, garantir a segurança da rede de computadores.

Funcionalidades

Algumas das funcionalidades dos dispositivos MikroTik são:

Console (CLI) – todas as funções podem ser configuradas via linha de comando (teclado e monitor ou remoto)

Winbox (GUI) – software de configuração que roda em plataforma Windows, Linux ou Mac. Oferece uma sofisticada GUI para o sistema permitindo, também, conexões FTP e Telnet, além de acesso por SSH.

WEB (remoto) – configuração em ambiente web.

Dude – software que permite a criação e manutenção de toda a rede. Oferece o mapeamento da rede e monitora, em tempo real, a banda dos links. Funciona também como ferramenta de monitoramento, indicando quando hosts estão ativos ou caídos.

Utilização VPN

Além disso, os dispositivos MikroTik podem ser utilizados, justamente, para a criação de uma rede privada virtual, servindo como gateways VPN. Todavia, os gateways VPN conectam dois ou mais dispositivos e redes a uma infraestrutura VPN. Esses gateways devem ser, de modo geral, dispositivos com capacidade de conexão à internet e transmissão de dados. Dessa forma, os gateways VPN mais utilizados são os roteadores, configurados para gerir o tráfego de informações.

Entretanto, as configurações desse tipo de rede não devem ser feitas por qualquer pessoa. Então, nada de tentar configurar uma rede VPN se não conhecer bem o assunto. Afinal, existem algumas variáveis que precisam ser devidamente configuradas para que o dispositivo funcione corretamente como gateway VPN. Decerto, a rede privada virtual deve, ainda, estar adequada a todas as necessidades do ambiente pessoal ou corporativo.

Para que a VPN seja configurada corretamente e ofereça todos os benefícios de uma rede privada virtual, promovendo o máximo de segurança para a navegação do usuário, conte com a ajuda de uma empresa especializada em TI, como a Indicca. Ela será capaz de avaliar a infraestrutura necessária para a criação da rede, quais dispositivos são os mais indicados e quais as melhores configurações, tudo isso de acordo com as necessidades de cada usuário. Conheça nossos serviços.

Comentários

comentários

Pedro Henriques
Pedro Henriques
Fundador da INDICCA / Gestor Comercial e Novas Tecnologias / Engenheiro Eletricista - UFJF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para Você