Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

Atualizado em 24/04/2018
Por Pedro Henriques

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

Atualizado em 24/04/2018
Por Pedro Henriques
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema? Nesse sentido esta é a pergunta certa. Ou seja uma vez que temos um problema de perda de dados, qual o tempo de resposta para tudo estar funcionando? Que  tipo de problema e quais as respostas de solução estão no planejamento? Se for no improviso, aí o tempo deixa de ser relevante e o ESTRESSE ou NERVOSISMO passam a ser a palavra chave.

Planejamenoto ou Improviso com muito ESTRESSE e NERVOSISMO?

Qual tipo de restauração no sistema está precisando?

  • Perdeu um arquivo, deletou e agora precisa dele?
  • Perdeu um banco de dados, corrompido por falha elétrica ou algo similar?
  • Um vírus de criptografia invadiu o sistema e está pedindo resgate?
  • O servidor parou de funcionar por falha de disco, ou de controladora ou até falha no sistema operacional e estão todos parados?

Este tipo de problema tem ações diferentes. Por certo soluções diferentes que podem, em camadas, serem mais eficientes ou com melhor performasse. Por certo é que sem um planejamento o resultado é sempre o improviso e algum prejuízo.

Quanto tempo tem para recuperar os dados?

Pode parecer uma questão retórica, mas não é. Existem soluções de pronto, com menos capacidade. Existem soluções mais robustas ou mais performáticas. Isto é existem soluções que demandam menos esforço no processo da cópia e em contra partida justificam mais conhecimento para a restauração.

Em suma tenha sempre uma avaliação do MAPA DE RISCO.  Nesse sentido faça o planejamento pensando em mais de uma forma de restaurar os seus dados, o seu sistema e até o servidor. Uma solução pode falhar, mas todas não!

Proteção de dados com backup na nuvem!

O que e quando ocorre um problema com perda de dados:

  1. Um vírus (Ransomware)  de criptografia invade o sistema e deixa um recado com pedido de resgate;
  2. O sistema de energia falha, o nobreak não atua, desliga tudo e corrompe o sistema operacional ou a base de dados;
  3. A fonte do servidor falha, queima e o sistema para de fucionar e corrompe o sistema operacional ou a base de dados;
  4. Uma atualização do sistema comprometeu o contexto da aplicação e precisamos voltar o backup de tudo para recuperar os dados.

Teste seu conhecimento - acesse aqui!

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

Um vírus (Ransomware)  de criptografia invade o sistema e deixa um recado com pedido de resgate;

Ataque de vírus está na moda. Ataque com sequestro de dados e pedidos de resgate. Você viu no Fantástico da Globo? O risco de ataque amplifica de acordo com atitudes internas dos usuários. Atitudes que podem não estar sendo monitoradas ou limitadas pelo controle de acesso ou Equipe de TI.

As vulnerabilidades podem estar na mão do usuário:

  • O poder de aceite do ENTER é alto, caso não seja limitado no controle de acesso pela equipe de TI;
  • A curiosidade é um potencializador do poder do usuário, principalmente em ações de instalação não autorizadas;
  • A falta de conhecimento aliada a falta de treinamento, podem também multiplicar o tamanho do risco;

As vulnerabilidades podem estar no ambiente de TI:

  • A autenticação que libera o acesso do usuário precisa estar configurada para o perfil limitando e assim restringindo o poder do enter deste acesso;
  • A falta de atualização de segurança com implementações de melhorias e correções podem facilitar o ataque, mesmo sem ajuda do usuário conectado;
  • Não estabelecer uma fronteira entre a Rede Pública e a Rede da Empresa podem deixar o servidor de dados de cara para os  Cyber Criminosos.

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

O sistema de energia falha, o no-break não atua, desliga tudo e corrompe o sistema operacional ou a base de dados

Energia é motor de tudo, inclusive da informática. Sem energia e sem contingência o servidor pode cair e se corromper. Se corromper vai precisar de intervenção para recuperar a condição de produção.

As estações normalmente não protegidas, tendem a sofrer mais com este tipo de problema. Na última milha, no ambiente do usuário, se uma estação cai, pode cair junto um processo relacionado ao servidor e comprometer a base de dados. Os pontos se ligam ou desligam e assim a rede fica comprometida.

Seja Servidor, estação ou ativos da rede, tudo precisa estar funcionando e contingenciados para não parar e criar o risco de falha generalizada.

A fonte do servidor falha, queima e o sistema para de funcionar e corrompe o sistema operacional ou a base de dados

Equipamento é assim, queima! Para de funcionar do nada. Eletrônicos são muito sensíveis e precisam de pouca variação e mesmo sem variação, podem ocorrer problemas.

Como colocado no parágrafo anterior, a energia se não contingenciada, pode criar picos de tensão. Picos de tensão quando vão cair ou quando estão voltando. São os momentos do pouso ou da decolagem do avião, momentos mais complicados.

Uma falha desta natureza normalmente compromete mais, pois a fonte deverá ser substituída, e ter uma fonte para troca dentro do cliente, é muito difícil. Em geral não existe backup de peça. Embora o risco de queimar exista, não é um fato corriqueiro.

Uma atualização do sistema comprometeu o contexto da aplicação e precisamos voltar o backup de tudo para recuperar os dados

Por consequência da atualização de sistema operacional, às vezes um efeito colateral é gerado. Muitas vezes o sistema de gestão ou aplicativo não está preparado para as atualizações feitas no sistema operacional, o que eventualmente gera um problema ou incompatibilidade. Em resumo, isto tudo compromete a produtividade, a eficiência e o tempo de resposta para recuperação no sistema.

Teste seu conhecimento - acesse aqui!

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

O tempo de recuperação do sistema é uma excelente pergunta e discussão. Por certo, é uma reflexão que pode trazer melhorias. Por mais que seja trabalhoso, pensar no problema pode gerar melhorias. Sem dúvidas, melhorias nos processos e redução do tempo de interrupção da produção.

A atualização pode ser de qualquer dos sistemas, inclusive do Sistema Operacional. Mas as falhas acontecem mais quando se faz atualização da Aplicação. A aplicação não anda sozinha e assim o banco de dados sofre mutações também. No caso de voltar cria-se vários complicadores. A base foi alterada, a aplicação foi alterada e eventualmente o cliente no front end do usuário pode ter sido alterado. Muita manutenção e muito tempo para recuperar a base.

Em outras palavras, o tempo para recuperar o sistema vai depender de:

  • Do tempo é necessário para recuperar o backup da base de dados;
  • Para instalar uma aplicação;
  • Para reinstalar ou recuperar o sistema operacional e os serviços;
  • Para recuperar o link de internet que caiu;
  • Para identificar um vírus, combater e recuperar o ambiente de produção digital;
  • Para adquirir e substituir um disco rígido (HD) ou uma memória;
  • Quanto tempo é necessário para adquirir um NOVO SERVIDOR, promover todas as customizações da instalação e recuperar o ambiente de produção digital?

O tempo total de recuperação deve levar em consideração todas as possibilidades acima. Quanto tempo para cada . Assim,, a cada evolução deste processo de planejamento, haverá novidades a fazer. Melhorias que vão tornar o processo mais eficiente. Quanto mais eficiente, menor é o tempo de interrupção da produção.

Quem mais na Empresa precisa participar deste processo de recuperação?

A reflexão tem que envolver os usuários, imaginando como se fosse uma relação com a CIPA, ter uma Brigada de Recuperação da Informática. Que o conhecimento esteja dividido. Assim multiplicado e compartilhado para que a influência da interrupção seja rapidamente percebida e tomadas as atitudes corretas.

Um incidente que para a informática, toda ou parcial, pode comprometer toda a fábrica, a produção ou o faturamento. Em função disto, o melhor é ter um entendimento que não apenas a Equipe de TI vai  avaliar e resolver. Existe uma discussão que pode fazer diferença, fazer uma transformação digital da CIPA. A transformação digital para i.Cipa, e assim adicionar a Segurança da Informação como um valor a ser planejado na SIPAT e nas métricas de falhas e interrupções do negócio.

Gostou do post, deixa ai um comentário. Estamos ansiosos para saber o que achou. Se tiver dúvidas será um prazer responder e assim esclarecer.

Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Quanto tempo demora pra fazer restauração no sistema?.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This