Quanto custa sua empresa ficar parada?

Atualizado em 08/08/2016
Por Pedro Henriques

Quanto custa sua empresa ficar parada?

Atualizado em 08/08/2016
Por Pedro Henriques

Quanto custa sua empresa ficar parada?A Tecnologia da Informação garante o funcionamento estrutural do negócio. Se o servidor cai, deixa de funcionar, a empresa para. As vendas não acontecem e a logística não fatura. O banco e nem os clientes recebem a faturas e muito menos as liquidações.

Por que um servidor para de funcionar:

  • falha no hardware:
    • falha no equipamento;
    • falha na energia elétrica;
  • falha no aplicativo:
    • erro de código, depois de uma atualização;
    • vírus;
    • falha elétrica corrompendo a base de dados:
    • falha do usuário:
      • erro de configuração de aplicativo em modificações sugeridas;
      • erro de edição de arquivos e armazenamento com erro;
      • deleção incorreta de arquivos de sistema ou de base de dados.
  • falha no serviço de infraestrutura:
    • perda da conexão no link interno ou da internet;
    • falha no serviço de Anti Vírus com bloqueio de um arquivo de sistema em mau comportamento;
    • falha no serviço de Cloud Computer.

Quanto custa sua empresa ficar parada?

indicca-quanto-custa-consultoria-contabilSe o servidor para, se uma aplicação para, se um serviço de conexão para, a empresa para também. Dependendo do tamanho da interrupção, pode haver comprometimento parcial ou total da produção. A avaliação de prejuízo está relacionada as perdas financeiras para recompor e também, ao prejuízo de não atendimento dos clientes.

O que pode ser feito para minimizar estes problemas? Veja aqui:

  • Monitorar o contexto da Tecnologia da Informação.
  • Ter ações de contingência e planos publicados para intervir em tempo, evitando a descontinuidade total ou parcial. Leia sobre Segurança
    • Documentação de funcionamento do backup;
    • Instruções publicadas de como fazer o restore;
    • Documentação de funcionamento da rede (Servidores e Serviços);
    • Instruções publicadas de como fazer a recuperação dos servidores e/ou serviços;

A documentação e o monitoramento são partes importantes neste processo. Garantir que qualquer um dos técnicos, envolvidos ou não no processo, possa intervir e recuperar, é diferencial no processo de salva guarda da empresa. É diferencial no custo eventual da falha, minimizando este valor, com uma resposta rápida de recuperação.

O monitoramento é a parte que merece destaque no processo, visando acompanhar as alterações de STATUS de serviço. Antes mesmo de entrar em estado crítico, podemos ter atitudes que evitem a interrupção do sistema. Sem interrupção, o custo é  manutenção e não recuperação. Não haverá perda de confiança. Não haverá necessidade de retrabalho.

 

No Blog, temos outros textos sobre este assunto e muito mais informação que pode ser de seu interesse.

Gostou? Quer receber mais informações sobre o conteúdo do Blog?  Faça sua assinatura e acompanhe o conteúdo da Indicca!

 


Registre o seu comentário, logo abaixo tem um espaço dedicado a você, nosso leitor, para comentar, criticar e pedir mais.

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Quanto custa sua empresa ficar parada?.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This