A segurança da informação e a proteção da rede wifi

Atualizado em 12/03/2019
Por Pedro Henriques

A segurança da informação e a proteção da rede wifi

Atualizado em 12/03/2019
Por Pedro Henriques
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Viver sem internet nos dias de hoje é praticamente sinônimo de isolamento e desinformação. Praticamente todas as pessoas ao redor do mundo se comunicam por meio de troca de mensagens em aplicativos. Esse hábito funciona tanto para a vida pessoal quanto para a vida profissional. Além disso, também existem as redes sociais e diversas outras formas de entretenimento e informação, como filmes, músicas e jogos, por exemplo.

E o que antes era feito utilizando computadores de mesa, com o tempo passou a ser realizado em notebooks. Então mais tarde vieram os tablets. Hoje praticamente qualquer tarefa que dependa desse tipo de tecnologia + internet, pode ser facilmente feito através do celular. As conexões de internet que antes custavam caro hoje são bem acessíveis e podem ser até mesmo gratuitas quando você utiliza uma rede wifi disponibilizada por outra pessoa.

É importante saber também que tanta facilidade pode esconder grandes riscos à nossa privacidade e segurança. É aí que entra a segurança da informação e sua atuação dentro da proteção do tráfego de dados promovido através de redes wifi. Afinal, você sabe o que é segurança da informação? Conhece os perigos escondidos em uma conexão de rede wifi?

O que é a segurança da informação?

A segurança da informação protege sistemas, dados e informações contra acessos e usos indevidos e ataques cibernéticos. Enfim é composta por uma série de práticas, habilidades, recursos e mecanismos. Os grandes desafios da segurança da informação são: acompanhar as evoluções tecnológicas tanto a nível de hardware quanto de software e desenvolver novas habilidades de combate às ameaças.

Um ponto importante e que deve ser levado em consideração é que todos os meios que lidam com as tecnologias da informação devem elencar quais são as prioridades para proteção já que não é possível controlar tudo de maneira uniforme.

Segurança da informação e rede wifi

O que é a rede wifi? A abreviação de “Wireless Fidelity” pode ser traduzida para o português como “fidelidade sem fio”. É uma tecnologia de comunicação que não utiliza cabo. E no geral funciona com transmissão por meio de frequências de rádio, infravermelhos, etc. O wifi não precisa de licença para ser instalado nem para operar. A maioria absoluta das empresas utilizam rede wifi a fim de facilitar o trabalho interna e externamente. Enfim, o que muitos desconhecem são os riscos e os cuidados que se deve ter ao utilizar redes wifi.

Uma conexão wireless, principalmente em âmbito corporativo, se torna uma porta de entrada fácil para invasores. Principalmente quando não recebe a atenção devida dos cuidados desenvolvidos pela segurança da informação. Embora as facilidades oferecidas pela conexão sem fio encanta a ponto de fazer com que as pessoas se esqueçam das ameaças de hackers e outros intrusos.

Muito mais do que apenas pensar em uma boa senha para a rede. É importante investir o tempo em aprendizado de técnicas cada vez mais avançadas a fim de aplicar medidas de segurança da informação cada vez mais aprimoradas. Porque os hackers quando têm acesso à qualquer rede wifi conseguem monitorar todos os passos das pessoas que a utiliza.

É possível que os invasores vejam quais sites são acessados através daquela rede e tenham total acesso às informações trocadas. Pois eles conseguem ainda realizar login na rede e acessar os arquivos sem ser notado.Dessa forma ele se passa tranquilamente por um usuário comum da rede. Sendo assim, imagina ter todos os dados da sua empresa à disposição de um malfeitor?! Então melhor se precaver.

A segurança da informação e a proteção da rede wifi

Em primeiro lugar utilize sempre a criptografia para proteger dados e senhas. O WPA2 é o protocolo de segurança mais forte da atualidade e utiliza a certificação AES (Advanced Encryption Standard). Então devido a sua alta complexidade, o histórico de quebras desse protocolo é praticamente inexistente. Outras opções de criptografia, não tão atualizadas são o WEP (Wired Equivalent Privacy) e o WAP (Wireless Application Portocol), sendo esse segundo a versão anterior ao WAP2.

Outra medida de segurança da informação básica para proteção de rede é limitar o acesso à mesma. Principalmente se você lida com uma rede corporativa. Comece cadastrando todos os dispositivos e usuários com permissão para utilizar a rede e fornecendo somente a eles uma senha de acesso. Assim, com essa prática você ainda terá um maior controle sobre quem usa a rede e para quê a pessoa o faz.

A cautela na utilização de dispositivos móveis não é brincadeira e deve ser levada a sério. Da mesma maneira que hackers invadem redes, eles utilizam sua esperteza para invadir dispositivos móveis. Assim seu funcionário pode ter tido o celular infectado ao abrir uma mensagem aparentemente inocente em um grupo qualquer e sem saber acaba ajudando um invasor a ter acesso livre a todos os procedimentos internos.

Ao conectar o dispositivo na rede wifi local o funcionário libera o malware para sair do dispositivo e adentrar o sistema interno da sua empresa. Por isso é imprescindível conscientizar todos os usuários sobre os perigos de abrir arquivos e links de procedência duvidosa tanto dentro como fora do trabalho. Portanto, em casos específicos pode ser necessário bloquear a utilização da rede para determinados dispositivos móveis utilizando o acesso restrito citado anteriormente.

Manter um firewall ativo é outro ponto crucial para garantir a integridade da rede wifi.

Pois o firewall funciona como uma espécie de barreira de proteção entre o computador e a rede. Isto é um filtro que absorve tudo que entra e sai de ambos os lados. Além disso é possível configurá-lo para permitir somente o tráfego de dados específicos. Portanto utilize firewalls em todos os computadores trabalhando em conjunto com bons antivírus.

Tenha recursos e profissionais capacitados em segurança da informação para monitorar a rede constantemente a fim de detectar as ameaças antes que elas possam causar transtornos maiores para a empresa. Mas manter uma gestão de riscos ativa e com medidas eficazes é uma das melhores ações para prevenção de ataques e outros incidentes com a  rede wifi.

Invista em segurança da informação

A segurança da informação abrange uma série de ameaças e vulnerabilidades que acometem as tecnologias dentro de uma empresa além da rede wifi: falhas no desenvolvimento, na implementação ou na configuração de mecanismos de segurança em softwares; malwares; roubo de dados para fraudes (phishing); bloqueio de acesso por hackers e vírus.

Por isso, investir na segurança da informação é se prevenir, evitando todos os tipos de males que podem prejudicar funcionários, donos, empresa como um todo.

Pedro Henriques, aqui no Blog.
Empreendedor da área de tecnologia de segurança da informação. Atendo empresa de pequeno, médio e grande porte.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: A segurança da informação e a proteção da rede wifi.


2 Comentários

  1. victor martins

    Fantástico.. informações precisas e dinâmicas justificando e dando nomes a cada situação.. Não sabia nada sobre o assunto. Através dessa orientação desenvolveu a curiosidade e vontade de conhecer mais ainda sobrei o assunto.

    Responder
    • Pedro Henriques

      Obrigado pelo registro, legal que fique empolgado e que possamos ter feito isto com o conteúdo que temos produzido para gerar conhecimento.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça nossas soluções nas áreas de segurança, rede de computadores e comunicação.
Share This