computação em nuvem
Office 365 e computação em nuvem para o trabalhador autônomo
04/06/2019
Hotspot - WIFI - Colégio Cave - Indicca
Hotspot Colégio Cave
18/06/2019

Windows Server Update Services (WSUS) – Saiba gerenciar atualizações Microsoft

O Windows Server Update Services (WSUS) é um software da Microsoft Corporation que permite o gerenciamento e a distribuição de atualizações do Microsoft Update em computadores de uma rede. Com a ferramenta, é possível adiar atualizações, selecioná-las de acordo com suas preferências ou determinar quais máquinas irão recebê-las. É ideal para o ambiente corporativo, já que, normalmente, empresas com vários computadores utilizam a conexão em rede.

Para o gerenciamento das atualizações, pelo menos um servidor do Windows Server Update Services deverá se conectar ao Microsoft Update, para a verificação das atualizações disponíveis. Assim o administrador poderá, ainda, decidir se outros dispositivos serão capazes de acessar o Microsoft Update. Pois as atualizações são baixadas periodicamente no servidor WSUS e o gerenciamento é feito pelo console de administração, de modo centralizado e organizado.

Windows Server Update Services (WSUS) – Saiba gerenciar atualizações Microsoft

Com o Windows Server Update Services, o manejo e distribuição das atualizações de produtos Microsoft se torna muito mais fácil e eficiente. Imagine precisar configurar as atualizações Microsoft em cada máquina de uma empresa, manualmente, de acordo com suas necessidades. Seria um trabalho demorado e extenso.

WSUS - Microsoft com ferramenta nativa que otimiza recursos e funcionalidades na Atualizações e Distribuição de sistemas e segurança
Otimização de Recursos com ferramenta Microsofthttps://indicca.com.br/servicos-indicca/instalacao-servidor-microsoft/

Por que é importante manter as atualizações em dia?

Além de promover a correção de bugs e melhorar a estabilidade do software; as atualizações podem oferecer novas funcionalidades aos programas e, ainda, garantir a segurança. Porque novas versões podem fornecer ao software mais opções contra a ação de hackers e a inserção de malwares.

garantir a segurança.

Malwares são programas maliciosos, que buscam a infiltração em sistemas operacionais. Pois eles podem alterar ou roubar informações e danificar o funcionamento de certos programas. Então os malwares são classificados em algumas categorias, como:

Vírus: Os vírus infectam os computadores através da multiplicação, fazendo cópias de si mesmo para atingir diversos arquivos e programas dentro de um dispositivo, semelhante à ação de um vírus biológico.

Worm: Perigoso para empresas, que muito utilizam o sistema de redes. O worm envia cópias de si a outras máquinas por meio de uma rede. É utilizado, principalmente, para o roubo de informações e dados do usuário.

Bot: Os bots nem sempre são usados de forma maliciosa, podendo exercer funções repetitivas e automáticas, como a indexação de sites em mecanismos de busca. Entretanto, também são capazes de infectar computadores, permitindo que as máquinas sejam controladas remotamente. Mas uma rede de computadores bot, ou zumbis, como podem ser chamados, é designada botnet.

Spyware: Os malwares do tipo spyware coletam informações de um dispositivo, enviando-as, sem consentimento, a determinado grupo ou pessoa.  

Cavalo de Tróia: Um dos mais conhecidos pelos usuários brasileiros, o cavalo de Tróia se passa por um aplicativo inofensivo que, quando instalado, pode coletar informações, modificar programas e criar brechas de segurança. Diferentemente dos vírus ou worm, o cavalo de Tróia não se multiplica. Contudo, o malware tenta permanecer oculto e operante no dispositivo.

O malware tenta permanecer oculto

Ransomware: O ransomware bloqueia o acesso a arquivos e dados de um computador. É utilizado, em grande parte das vezes, para cobrar um “resgate”, que deve ser pago, geralmente, em criptomoedas ou cartão de crédito. Pois é disseminado por e-mails e propagandas online.

Para proteger sua rede de computadores, é necessário tomar certas precauções. Os antivírus podem detectar e deletar certos tipos de malware, sendo importante a realização de varreduras periódicas nos dispositivos. Dessa forma o cuidado na hora de abrir links e sites também é essencial. Os downloads, por sua vez, devem ser executados com cuidado. Então, como já pontuamos, manter os softwares atualizados pode prevenir a ação dos malwares, com correção de brechas e funcionalidades que podem garantir a segurança do seu computador.

O que é preciso para implantar o WSUS na minha empresa?

Otimização na distribuição e testes de homologação para Sistemas e Atualizações de Segurança Microsoft
Distribuição eficiente de atualizações de segurança e sistemas Microsoft https://indicca.com.br/servicos-indicca/instalacao-servidor-microsoft/

Para que o Windows Server Update Services funcione na sua rede corporativa. É recomendado que o servidor atenda a alguns requisitos do sistema, como um processador de 1,4 GHz, espaço adicional de 2GB de memória RAM e um espaço em disco de 10GB disponível. Decerto existem, também, requisitos para o banco de dados e alguns programas que devem se aliar ao WSUS, como o Microsoft Report Viewer Redistributable 2008, usado para a exibição de relatórios, e o .NET Framework.

Consulte uma empresa especializada em tecnologia da informação (TI), como a Indicca, para a análise do sistema e a correta implantação do WSUS na sua empresa.

Quais especificações devo escolher?

O Windows Server Update Services permite a escolha de certas especificações na instalação, que variam de cenários básicos a configurações mais complexas. Aliás, a instalação do WSUS pode ser feita em apenas um servidor ou em vários servidores do ambiente corporativo. Mas também é possível criar uma hierarquia entre os servidores do WSUS, com vários níveis de profundidade.

Esses servidores podem ser conectados em modo autônomo, no qual a administração é distribuída, ou em modo de réplica, no qual a administração é centralizada. No modo autônomo, cada um dos administradores de servidores WSUS pode escolher determinadas especificações. Como o idioma das atualizações, e criar grupos de computadores, uma vez que as atualizações são compartilhadas pelo servidor upstream (o servidor que é fonte de atualização) aos servidores downstream (os demais servidores WSUS). Já no modo de réplica, as aprovações de atualizações não são definidas separadamente, ficando a cargo apenas do servidor upstream.

administração é centralizada.

Por isso em relação ao banco de dados, cada servidor do WSUS deve possuir um. O banco de dados carrega informações sobre as configurações do Windows Server Update Services, metadados com a descrição de cada atualização e diversos outros dados sobre os computadores clientes. Na instalação padrão, o Windows Server Update Services cria um banco de dados interno do Windows, mas também é possível utilizar um SQL Server.

Decerto a empresa usuária do WSUS deve optar, ainda, pelo local de armazenamento das atualizações e planejar os grupos de computadores. Pois os grupos permitem que determinadas configurações sejam usadas especificamente para um conjunto de computadores.

São muitas as configurações necessárias ao instalar o Windows Server Update Services, não é mesmo? Por isso, para melhor aproveitar todas as funcionalidades da ferramenta. Conte sempre com o suporte de uma empresa de TI, que saberá definir quais são as melhores configurações de acordo com as necessidades do seu ambiente corporativo.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para Você